2 de março de 2016

Aqui se faz, aqui se bebe!!

Salve, salve, amiguinhos!
Mais uma oficina especial de primeira pro povo da cascata aproveitar nessa páscoa!

Introdução a Cerveja Artesanal

A oficina tem como objetivo de introduzir e exemplificar os primeiros passos para fabricar a sua própria cerveja artesanal, a ideia é teorizar todo processo e mostrar na prática algumas etapas, entre elas a montagem dos equipamentos e a brassagem/mostura, onde poderemos vivenciar os testes com o Amido (Teste do Iodo) e medições de Açúcar (Densímetro e Refratômetro), bem como conferir a coloração desejada.

A fim de tornar a apresentação mais clara possível, achamos por bem dividir a oficina em quatro etapas...

História
Na primeira etapa o professor de História Felipe Vasconcellos irá conversar sobre a História e a evolução da fabricação da cerveja e seus ingredientes, desde o antigos sumérios, egípcios, mesopotâmios e ibéricos até a idade Média, onde vários mosteiros fabricavam cerveja, empregando diversas ervas para aromatizá-la, como mérica, rosmarinho, louro, sálvia, gengibre e o lúpulo, este utilizado até hoje.

Equipamentos (Montagem)
Na segunda etapa iremos ensinar a montar os equipamentos necessários para fazer pequenas levas de cerveja em casa, a ideia é levar partes de uma "mini-panela" para o festival para montarmos no local e falarmos sobre as peças necessárias.



Ingredientes e Brassagem/Mostura
Na terceira etapa a ideia é mostrar uma pequena variedade de maltes e lúpulos. Iremos reproduzir a bandeja de maltes abaixo para que todos possam assimilar as diferenças, a ideia é fazer o mesmo com algumas variedades de lúpulo.

Faremos uma "mini-brassagem", como é uma introdução não pretendemos fazer todo processo que pode demorar mais de 10 horas, apenas o que consideramos mais importante que seria conferir a cor desejada da cerveja, realizar o teste do iodo/amido e talvez lupular/ferver.

Iremos fazer apenas a primeira etapa da brassagem também conhecida como mostura, onde convertemos o amido presente nos grãos de malte em açúcar. A ideia é mostrar a parte mais importante do processo, que é o controle da temperatura durante o cozimento dos grãos, também mostrar na prática o teste de iodo que reage na presença do amido e pelo menos a filtragem que também é conhecida como recirculação, para ver se a coloração da cerveja foi alcançada.


Também iremos realizar algumas medições durante todo o processo, tanto com o densímetro quanto com o refratômetro. A idéia é mostrar a etapa no qual consideramos mais importante na fabricação de cerveja artesanal, frisando os principais erros, vivenciando os testes. Por fim falaremos dos cálculos para estimar o teor alcoólico!

Degustação
Na quarta etapa, a ideia é fazer a degustação da cerveja que iremos levar, falando sobre as fases que não serão presenciadas durante a oficina, como limpeza e sanitização, fermentação, maturação e engarrafamento. 

Duração: 1h30 a 2 horas
Número de participantes: 20 pessoas
Oficineiros: Henrique Wilhelm e Felipe Vasconcellos


Nenhum comentário: