26 de abril de 2014

Encerrando essa Pira louca e linda que rolou na quinta edição, temos muito pra agradecer...

Salve salve meu povo!!!

E se foi mais um Pira Rural...
E mais uma vez a presença de todos fez com que tudo fosse lindo demais!!
O nosso sentimento aqui é que foi o melhor Festival que fizemos até hoje na Cascatinha!!!! Estamos até meio bobos de como tudo rolou... 
Esperamos que todos tenham gostado de participar dessa Pira tanto quanto nós!!!

Foto lindona: Stéphanie Chauvin

Mas o Festival não está encerrado enquanto não fizermos os devidos agradecimentos a uma penca de gente que das mais diversas formas contribuiu pra essa pira acontecer.

16 de abril de 2014

Lembretes, avisos e recados!!! Leiam tudo com atenção!!!

Salve salve viventes de todas as querências!!!

O Pira Rural está quase chegando, e estamos passando pra deixar alguns recados muito importantes pra todos!! Leiam com atenção!!!!

Fechando a programação, duas oficinas rurais no Pira!!

Buenas viventes!!

Enquanto todo mundo verifica a barraca e aqueles itens de sobrevivência pros 3 dias de acampamento de páscoa, nós estamos anunciando a reedição do Passeio de Turismo Rural durante o a oficina sobre Vinho!!

12 de abril de 2014

Encerrando as atrações musicais, teremos Cusco passeando pela Cascatinha!!

Salve salve gurizada!!!
Estamos passando aqui então pra divulgar a última atração musical do Pira Rural 2014, mais uma banda que vem conhecer o palco Ricas Abóboras!!

10 de abril de 2014

Autorização para menores de idade!!


Atenção pessoal, aviso importante!!

Menores de idade que resolverem vir para o Pira Rural, devem vir acompanhado dos pais ou trazer junto essa autorização devidamente preenchida e reconhecida em cartório.


8 de abril de 2014

Aperta um... baio!! Oficina sobre fumo em corda no Pira Rural!!!

Bom dia gurizada!!
Seguimos com mais uma oficina que vai rolar no Pira Rural esse ano. Saca só!!!

Oficina: Aperta um... baio!
Oficineiro: Alexandre Emmanouilidis ("Greguinho")
Participantes: até 25 pessoas.

7 de abril de 2014

Das ruas para as Ricas Abóboras, a banda de um homem só está de volta!!

Foto: Alexandre ScheremettaBoa tarde pessoal!!
Olá pessoal!!
Mais uma atração que vem aí pra embalar o 5° Pira Rural.

Davi Henn – A banda de um Homem só, diretamente das ruas para o palco Ricas Abóboras. A banda de um Homem só apresenta suas canções, com instrumentos construídos por ele mesmo, embalados pela batida sanguinária do blues!

Após participar de inúmeros projetos musicais e bandas independentes ao longo dos últimos anos, Davi Henn se lançou em carreira solo no início de 2011, e desde então vem mandando ver seu blues por diversos cantos por aí!



E agora está voltando à Cascatinha, depois de vir conhecê-la ano passado. Saca o som aí:




4 de abril de 2014

Mais uma oficina nessa Pira: Yoga Integrativo!!

Foto: Renan Mattos
Bom dia novamente Cascatinha!!!

Passando pra divulgar mais uma oficina que vai rolar nesse Pira Rural.
Oficina de Yoga Integrativo

Instrutora: Daniela Carina Michelin
Mantras: Sandesh Alan J. Bresolin
Número máximo de participantes: 22 pessoas
Material: canga ou toalha
Duração: 1h e 30 min

Yoga é um caminho para o autoconhecimento, desenvolvido na Índia, há mais de 5.000 anos. Neste caminho nós somos o objeto de estudo através da exploração e descoberta de nossa natureza espiritual, do nosso verdadeiro Ser. 

Neste feriado de Páscoa , Daniela e Sandesh sairão de Erechim rumo à Ibarama com a mala cheia de asanas, mudrás, sutras e mantras com o único objetivo de fazer o povo lindo do Pira rural transcender. Venha encontrar-se com seu ser real e conectar-se com sua paz e tranquilidade interior na cascatinha!
Yoga Citta Vrtti Nirodah – Yoga é a cessação das oscilações da mente.

Namastê!

Cascatas, acrobatas e anjos!! Espetáculos por todos os lados...

 Bom dia Cascatinha!!!

Duas semanas pra abertura dos trabalhos no 5° Pira Rural!! Quem ta na expectativa??!! :)
Enquanto ainda temos tempo, vamos divulgando mais algumas atrações por aqui. Depois de apavorar a galera e não deixar ninguém dormir com os solos impressionantes em sua tábua na edição de 2013, ele está de volta, desta vez acompanhado de uma acrobata e de um instrumento de verdade!!! ;)

O projeto "Entre Bandas" é composto por: William Fedrizzi Lima - Orquestra Sinfônica de Santa Catarina- 2006/2013 (VIOLONCELISTA); Professor Educação Especial- 2011/2013; Estudante de Pedagogia 8° fase- Centro Municipal Universitário de São José - USJ. Marília da Nova Storck - Acrobata Aérea no Tecido, grupo "Nós em Nós" - Universidade Federal de Santa catarina - 2011/2013; Experiência em Dança - modalidade Jazz, Dança Africana, Street e Ballet. Estudante de Biologia 9° fase - Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC.

O espetáculo se denomina Anjos também Morrem, onde o violoncelo cria efeitos e sonoriza os movimentos da acrobata que com seus movimentos conta a história de um anjo que sai de seu lugar e conhece a terra, se contaminando com os sentimentos humanos, e assim encontra a escuridão, arrependido, transtornado pelas doenças humanas, não podendo voltar mais para luz é lançado para o caos do inferno, lutando para conseguir um saída só encontra a morte como a solução desse conflito.



3 de abril de 2014

Quarto Ácido volta pra tomar um banho na Cascata mais uma vez!!

Da-lhe gurizada!!!

Faltando 15 dias para o início do 5º Pira Rural, mas uma atração vem aí!! Enquanto trabalham no novo disco, a gurizada da Quarto Ácido faz uma pausa e volta à Cascatinha outra vez...

Origens
Tocando juntos em diferentes projetos desde 2010, em Panambi/RS, os três amigos Pedro (guitarra), Alex (bateria) e Flavio (baixo) resolvem iniciar um trabalho sério na forma de um trio instrumental intitulado Quarto Ácido, que se propõe a tocar rock psicodélico, livre e com espírito de improvisação. Desde o começo, a banda optou por abrir mão de qualquer tipo de composição vocal, mas ocasionalmente contando com instrumentistas convidados.

Crescimento e explorações
Até fins de 2012, os amigos se dedicam à composição e ensaios freqüentes, rapidamente formando um repertório e agarrando as pequenas oportunidades de mostra-lo na região de Panambi.

Foto: Jéssica Martini
No início de 2013, a banda entra pela primeira vez em estúdio para gravação de quatro faixas que acabariam por compor seu primeiro EP. Vendido de maneira informal nos shows e festivais do circuito de música autoral, o trabalho agradou os ouvidos que apreciam rock diferente, inusitado e com espírito de inovação.

Em 2014, tocam no 4º AcidRock e no 8º FestMalta; logo após, a banda não perde tempo e se apressa em entrar em estúdio para a gravação de seu Vol. 2.

O trio já mostrou seu trabalho nos festivais Pira Rural (Ibarama), FestMalta (Sobradinho), AcidRock (Santo Ângelo), Spiritual Transition (Ijuí), e em sua cidade natal, no Panambier RockFest e Mostra Multicultural, além de inúmeros shows independentes e festas psicodélicas.



Além disso, faixas do EP já tocaram na Rádio Novos Horizontes (Santo Ângelo), Unijuí FM (Ijuí) e rádio Putz Grila (Porto Alegre).

A Discografia
EP (2013)
1. Supersense
2. Eulalia
3. Espiral
4. Funky IV

A banda
Guitarra: Pedro Paulo
Baixo: Flavio Mecking
Bateria: Alex Przyczynski


2 de abril de 2014

Xispa Divina vai trasfegar o novo disco no Pira Rural!

Buenas gurizada!!!

Chegando na reta final de divulgação das bandas, e não poderia faltar a banda da casa. Para abrir os trabalhos no palco Ricas Abóboras, a Xispa Divina volta à Cascatinha, de onde nunca saiu na verdade... :)
Após disponibilizar as músicas na internet, será no 5° Pira Rural o momento de oficializar a alegria do lançamento do álbum Dias de Trasfega.

Foto: Liara de Oliveira
"Trasfegar consiste em passar o mosto ou o vinho de um depósito à outro para eliminar qualquer sedimento. Este processo é, geralmente, uma constante na vida do vinho, especialmente nos meses de inverno. A primeira trasfega se faz depois da fermentação e da maceração do vinho. As peles e outras partes sólidas ficam no depósito onde foram fermentadas. O vinho que passou para outro depósito se conhece como sagrado ou “escurrido” (espanhol). Neste processo o que se busca é eliminar as lias (borras) e os sedimentos que se depositam no fundo no recipiente. Estes componentes orgânicos (leveduras, sementes, antoacininas, partes de peles, etc) e inorgânicos (restos de terra, barro, estc.) se caso ficam em contato com o vinho poderia transmitir odores e sabores estranhos ao vinho. (sic)". *

Inspirados pela produção de vinhos - atividade tão presente na vida desses quatro gaudérios - pelas cascatas e pelo clima interiorano da centro-serra gaúcha, os bródi do Xispa Divina vem diretamente da pequena Sobradinho-RS com seu rock ruradélico (hora mais rural...hora mais psicodélico...), aplicando as experiências adquiridas no campo às próprias filosofias de vida, e propondo que trasfeguemos nossas almas por meio do contato com a natureza. Sem usar 2,4-D.

Ouçam, façam o download do álbum "Dias de Trasfega" (2013), que vocês vão entender o que é essa pira: **








* Fonte: http://www.cultvinho.com/blog/?p=1557
** Por Silas Santos

Abrace essa campanha: Mais Amor e Amizade, Menos Barracas


1 de abril de 2014

Lembrete para os que virão curtir o Pira Rural conosco!!!


Mahabharata Instrumental de volta para fazer a Cascatinha transcender em sonoridade!!

Foto: Breno Dallas
Olá gurizada!!!

Seguindo em ritmo intenso essa semana, temos outro retorno de peso no palco Ricas Abóboras. A Mahabharata Instrumental volta de Caxias do Sul para se apresentar mais uma vez no Pira Rural.

A banda Mahabharata Instrumental surgiu em agosto de 2009. O trio formado um baixo meio base e meio arranjador, teclados virtuosos, e uma batera por vezes beirando à lose control, possui uma sonoridade que remete ao hard rock setentista com influências do blues, funk e do jazz. A banda tem despertado atenção com shows que surpreendem o público através de uma sonoridade relativamente pouco explorada no rock, prezando pela produção autoral com inovação musical e pela mistura de gêneros. O nome da banda inspira-se no Épico Mahabharata dos Vedas.

Para ouvir mais, acompanhar a banda e saber o que está rolando, acessa aí:


Um Mar de Marte que transborda e inunda o rio que desce e vira Cascata!!

Faltando pouco mais de duas semanas pra Páscoa, estamos na reta final das atrações para o 5° Pira Rural. E vem aí mais uma novidade esse ano: de Erechim para a Cascatinha, Mar de Marte

Dos antigos deuses da guerra, passando pelos mares do 3° planeta em fúria, partindo direto para o âmago da harmonia musical criada pela filosofia do super-humano, já há algum tempo tocando juntos, Gabo (guitarra), Fagui (baixo) e Bada (bateria), seguindo como exemplo a Terra, em que todas as soluções vêm disponíveis em forma de improvisação, e desta, surge o conceito de estética musical que busca um retrato dos caprichosos Mares de Marte. Águas congeladas pelo fogo vermelho da guerra, agora em paz no silencio espacial, só necessitam de uma boa trilha sonora para ganharem de novo a vida e o movimento. 

Nessa historia, três caras do interior do Rio Grande do Sul, recolhidos no que se transformou em um único Ser musical, uma banda instrumental proveniente de Erechim – RS surgida em meados de 2009 em simples jams, que ao longo do tempo veio tomando forma até se transformar num ser absoluto, uma identidade poética chamada Mar de Marte.

Para contatos e outras coisas mais, acessa aí:
http://mardemarte.tnb.art.br
mardemarte@live.com