26 de abril de 2014

Encerrando essa Pira louca e linda que rolou na quinta edição, temos muito pra agradecer...

Salve salve meu povo!!!

E se foi mais um Pira Rural...
E mais uma vez a presença de todos fez com que tudo fosse lindo demais!!
O nosso sentimento aqui é que foi o melhor Festival que fizemos até hoje na Cascatinha!!!! Estamos até meio bobos de como tudo rolou... 
Esperamos que todos tenham gostado de participar dessa Pira tanto quanto nós!!!

Foto lindona: Stéphanie Chauvin

Mas o Festival não está encerrado enquanto não fizermos os devidos agradecimentos a uma penca de gente que das mais diversas formas contribuiu pra essa pira acontecer.

16 de abril de 2014

Lembretes, avisos e recados!!! Leiam tudo com atenção!!!

Salve salve viventes de todas as querências!!!

O Pira Rural está quase chegando, e estamos passando pra deixar alguns recados muito importantes pra todos!! Leiam com atenção!!!!

Fechando a programação, duas oficinas rurais no Pira!!

Buenas viventes!!

Enquanto todo mundo verifica a barraca e aqueles itens de sobrevivência pros 3 dias de acampamento de páscoa, nós estamos anunciando a reedição do Passeio de Turismo Rural durante o a oficina sobre Vinho!!

12 de abril de 2014

Encerrando as atrações musicais, teremos Cusco passeando pela Cascatinha!!

Salve salve gurizada!!!
Estamos passando aqui então pra divulgar a última atração musical do Pira Rural 2014, mais uma banda que vem conhecer o palco Ricas Abóboras!!

10 de abril de 2014

Autorização para menores de idade!!


Atenção pessoal, aviso importante!!

Menores de idade que resolverem vir para o Pira Rural, devem vir acompanhado dos pais ou trazer junto essa autorização devidamente preenchida e reconhecida em cartório.


8 de abril de 2014

Aperta um... baio!! Oficina sobre fumo em corda no Pira Rural!!!

Bom dia gurizada!!
Seguimos com mais uma oficina que vai rolar no Pira Rural esse ano. Saca só!!!

Oficina: Aperta um... baio!
Oficineiro: Alexandre Emmanouilidis ("Greguinho")
Participantes: até 25 pessoas.

7 de abril de 2014

Das ruas para as Ricas Abóboras, a banda de um homem só está de volta!!

Foto: Alexandre ScheremettaBoa tarde pessoal!!
Olá pessoal!!
Mais uma atração que vem aí pra embalar o 5° Pira Rural.

Davi Henn – A banda de um Homem só, diretamente das ruas para o palco Ricas Abóboras. A banda de um Homem só apresenta suas canções, com instrumentos construídos por ele mesmo, embalados pela batida sanguinária do blues!

Após participar de inúmeros projetos musicais e bandas independentes ao longo dos últimos anos, Davi Henn se lançou em carreira solo no início de 2011, e desde então vem mandando ver seu blues por diversos cantos por aí!



E agora está voltando à Cascatinha, depois de vir conhecê-la ano passado. Saca o som aí:




4 de abril de 2014

Mais uma oficina nessa Pira: Yoga Integrativo!!

Foto: Renan Mattos
Bom dia novamente Cascatinha!!!

Passando pra divulgar mais uma oficina que vai rolar nesse Pira Rural.
Oficina de Yoga Integrativo

Instrutora: Daniela Carina Michelin
Mantras: Sandesh Alan J. Bresolin
Número máximo de participantes: 22 pessoas
Material: canga ou toalha
Duração: 1h e 30 min

Yoga é um caminho para o autoconhecimento, desenvolvido na Índia, há mais de 5.000 anos. Neste caminho nós somos o objeto de estudo através da exploração e descoberta de nossa natureza espiritual, do nosso verdadeiro Ser. 

Neste feriado de Páscoa , Daniela e Sandesh sairão de Erechim rumo à Ibarama com a mala cheia de asanas, mudrás, sutras e mantras com o único objetivo de fazer o povo lindo do Pira rural transcender. Venha encontrar-se com seu ser real e conectar-se com sua paz e tranquilidade interior na cascatinha!
Yoga Citta Vrtti Nirodah – Yoga é a cessação das oscilações da mente.

Namastê!

Cascatas, acrobatas e anjos!! Espetáculos por todos os lados...

 Bom dia Cascatinha!!!

Duas semanas pra abertura dos trabalhos no 5° Pira Rural!! Quem ta na expectativa??!! :)
Enquanto ainda temos tempo, vamos divulgando mais algumas atrações por aqui. Depois de apavorar a galera e não deixar ninguém dormir com os solos impressionantes em sua tábua na edição de 2013, ele está de volta, desta vez acompanhado de uma acrobata e de um instrumento de verdade!!! ;)

O projeto "Entre Bandas" é composto por: William Fedrizzi Lima - Orquestra Sinfônica de Santa Catarina- 2006/2013 (VIOLONCELISTA); Professor Educação Especial- 2011/2013; Estudante de Pedagogia 8° fase- Centro Municipal Universitário de São José - USJ. Marília da Nova Storck - Acrobata Aérea no Tecido, grupo "Nós em Nós" - Universidade Federal de Santa catarina - 2011/2013; Experiência em Dança - modalidade Jazz, Dança Africana, Street e Ballet. Estudante de Biologia 9° fase - Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC.

O espetáculo se denomina Anjos também Morrem, onde o violoncelo cria efeitos e sonoriza os movimentos da acrobata que com seus movimentos conta a história de um anjo que sai de seu lugar e conhece a terra, se contaminando com os sentimentos humanos, e assim encontra a escuridão, arrependido, transtornado pelas doenças humanas, não podendo voltar mais para luz é lançado para o caos do inferno, lutando para conseguir um saída só encontra a morte como a solução desse conflito.



3 de abril de 2014

Quarto Ácido volta pra tomar um banho na Cascata mais uma vez!!

Da-lhe gurizada!!!

Faltando 15 dias para o início do 5º Pira Rural, mas uma atração vem aí!! Enquanto trabalham no novo disco, a gurizada da Quarto Ácido faz uma pausa e volta à Cascatinha outra vez...

Origens
Tocando juntos em diferentes projetos desde 2010, em Panambi/RS, os três amigos Pedro (guitarra), Alex (bateria) e Flavio (baixo) resolvem iniciar um trabalho sério na forma de um trio instrumental intitulado Quarto Ácido, que se propõe a tocar rock psicodélico, livre e com espírito de improvisação. Desde o começo, a banda optou por abrir mão de qualquer tipo de composição vocal, mas ocasionalmente contando com instrumentistas convidados.

Crescimento e explorações
Até fins de 2012, os amigos se dedicam à composição e ensaios freqüentes, rapidamente formando um repertório e agarrando as pequenas oportunidades de mostra-lo na região de Panambi.

Foto: Jéssica Martini
No início de 2013, a banda entra pela primeira vez em estúdio para gravação de quatro faixas que acabariam por compor seu primeiro EP. Vendido de maneira informal nos shows e festivais do circuito de música autoral, o trabalho agradou os ouvidos que apreciam rock diferente, inusitado e com espírito de inovação.

Em 2014, tocam no 4º AcidRock e no 8º FestMalta; logo após, a banda não perde tempo e se apressa em entrar em estúdio para a gravação de seu Vol. 2.

O trio já mostrou seu trabalho nos festivais Pira Rural (Ibarama), FestMalta (Sobradinho), AcidRock (Santo Ângelo), Spiritual Transition (Ijuí), e em sua cidade natal, no Panambier RockFest e Mostra Multicultural, além de inúmeros shows independentes e festas psicodélicas.



Além disso, faixas do EP já tocaram na Rádio Novos Horizontes (Santo Ângelo), Unijuí FM (Ijuí) e rádio Putz Grila (Porto Alegre).

A Discografia
EP (2013)
1. Supersense
2. Eulalia
3. Espiral
4. Funky IV

A banda
Guitarra: Pedro Paulo
Baixo: Flavio Mecking
Bateria: Alex Przyczynski


2 de abril de 2014

Xispa Divina vai trasfegar o novo disco no Pira Rural!

Buenas gurizada!!!

Chegando na reta final de divulgação das bandas, e não poderia faltar a banda da casa. Para abrir os trabalhos no palco Ricas Abóboras, a Xispa Divina volta à Cascatinha, de onde nunca saiu na verdade... :)
Após disponibilizar as músicas na internet, será no 5° Pira Rural o momento de oficializar a alegria do lançamento do álbum Dias de Trasfega.

Foto: Liara de Oliveira
"Trasfegar consiste em passar o mosto ou o vinho de um depósito à outro para eliminar qualquer sedimento. Este processo é, geralmente, uma constante na vida do vinho, especialmente nos meses de inverno. A primeira trasfega se faz depois da fermentação e da maceração do vinho. As peles e outras partes sólidas ficam no depósito onde foram fermentadas. O vinho que passou para outro depósito se conhece como sagrado ou “escurrido” (espanhol). Neste processo o que se busca é eliminar as lias (borras) e os sedimentos que se depositam no fundo no recipiente. Estes componentes orgânicos (leveduras, sementes, antoacininas, partes de peles, etc) e inorgânicos (restos de terra, barro, estc.) se caso ficam em contato com o vinho poderia transmitir odores e sabores estranhos ao vinho. (sic)". *

Inspirados pela produção de vinhos - atividade tão presente na vida desses quatro gaudérios - pelas cascatas e pelo clima interiorano da centro-serra gaúcha, os bródi do Xispa Divina vem diretamente da pequena Sobradinho-RS com seu rock ruradélico (hora mais rural...hora mais psicodélico...), aplicando as experiências adquiridas no campo às próprias filosofias de vida, e propondo que trasfeguemos nossas almas por meio do contato com a natureza. Sem usar 2,4-D.

Ouçam, façam o download do álbum "Dias de Trasfega" (2013), que vocês vão entender o que é essa pira: **








* Fonte: http://www.cultvinho.com/blog/?p=1557
** Por Silas Santos

Abrace essa campanha: Mais Amor e Amizade, Menos Barracas


1 de abril de 2014

Lembrete para os que virão curtir o Pira Rural conosco!!!


Mahabharata Instrumental de volta para fazer a Cascatinha transcender em sonoridade!!

Foto: Breno Dallas
Olá gurizada!!!

Seguindo em ritmo intenso essa semana, temos outro retorno de peso no palco Ricas Abóboras. A Mahabharata Instrumental volta de Caxias do Sul para se apresentar mais uma vez no Pira Rural.

A banda Mahabharata Instrumental surgiu em agosto de 2009. O trio formado um baixo meio base e meio arranjador, teclados virtuosos, e uma batera por vezes beirando à lose control, possui uma sonoridade que remete ao hard rock setentista com influências do blues, funk e do jazz. A banda tem despertado atenção com shows que surpreendem o público através de uma sonoridade relativamente pouco explorada no rock, prezando pela produção autoral com inovação musical e pela mistura de gêneros. O nome da banda inspira-se no Épico Mahabharata dos Vedas.

Para ouvir mais, acompanhar a banda e saber o que está rolando, acessa aí:


Um Mar de Marte que transborda e inunda o rio que desce e vira Cascata!!

Faltando pouco mais de duas semanas pra Páscoa, estamos na reta final das atrações para o 5° Pira Rural. E vem aí mais uma novidade esse ano: de Erechim para a Cascatinha, Mar de Marte

Dos antigos deuses da guerra, passando pelos mares do 3° planeta em fúria, partindo direto para o âmago da harmonia musical criada pela filosofia do super-humano, já há algum tempo tocando juntos, Gabo (guitarra), Fagui (baixo) e Bada (bateria), seguindo como exemplo a Terra, em que todas as soluções vêm disponíveis em forma de improvisação, e desta, surge o conceito de estética musical que busca um retrato dos caprichosos Mares de Marte. Águas congeladas pelo fogo vermelho da guerra, agora em paz no silencio espacial, só necessitam de uma boa trilha sonora para ganharem de novo a vida e o movimento. 

Nessa historia, três caras do interior do Rio Grande do Sul, recolhidos no que se transformou em um único Ser musical, uma banda instrumental proveniente de Erechim – RS surgida em meados de 2009 em simples jams, que ao longo do tempo veio tomando forma até se transformar num ser absoluto, uma identidade poética chamada Mar de Marte.

Para contatos e outras coisas mais, acessa aí:
http://mardemarte.tnb.art.br
mardemarte@live.com



31 de março de 2014

Superfusa vem representando a região no 5° Pira Rural!!

Salve salve meu povo!!!!
O Festival se aproxima, e o ritmo vai aumentando...
Mais uma atração confirmada no Pira Rural 2014, a Superfusa vai representar a região no palco Ricas Abóboras!!!

Uma fusão de influências musicais. Assim é o som da Superfusa, banda formada na região central do Rio Grande do Sul. As atividades da banda tiveram início em 2010 e logo as gravações experimentais começaram a surgir e em pouco tempo as influências diversificadas se transformaram em composições próprias. Ao ouvir as músicas nota-se claramente as sonoridades que variam dos anos 70 até o rock contemporâneo. A fórmula: música do coração. "Retratamos em canções todos os nossos sentimentos e ideais."

Formada por Ediberto Patta na guitarra, vocal e composições, Jeancarlo Leismann nos teclados, contra-baixo e voz e DanielC. na bateria e voz. 
Em setembro de 2012, foi lançado o single “Abbey Road”, gravado e mixado em Sobradinho no JVM Estúdio e masterizado em Florianópolis/SC no Alécio Costa Estúdio. Em Janeiro de 2013 lançou um compacto com cinco músicas que está disponível pra download no TNB. 
O resultado deste projeto vem sendo apresentado nos diversos shows que a banda vem realizando pelo sul do Brasil e prepara o primeiro CD oficial que tem previsão de lançamento para segundo semestre de 2014.

Pra conhecer escutar, saber mais, ou baixar os sons, acessa aí:


A Páscoa se aproxima e no Pira Rural 2014 haverá até oficina pra matar a fome!!!

Bom dia gurizada!!

Mais uma semana se inicia, e vamos divulgando mais uma oficina que vai rolar por aqui na Páscoa!

Oficina Culinária Latina (Vegana).
Facilitador: Janaina Tasca e Juan Prado
Tempo de duração: 1 hora e meia
Numero de participantes: 20

A oficina terá três momentos:

  • Um debate sobre a culinária latina, suas origens, semelhanças e diferenças entre a maneira de cozinhar e ingredientes de diversos países;
  • Apresentação de patês e molhos típicos de alguns países, seguido da preparação de uma “feijoada” típica do caribe - a Bandeja Paisa - em uma versão vegana;
  • Finalizando com a degustação dos patês e molhos e do prato principal (Bandeja Paisa).

Durante toda a oficina estaremos visando um intercâmbio cultural, com o intuito de aproximar o povo latino através dos sentidos despertados pelas cores, aromas e sabores de sua rica culinária. 

29 de março de 2014

A bicharada continua solta!!! Sapo Jones e Coiote Bill estão voltando!

Foto: gente querida da cobertura colaborativa 2013
Da-lhe gurizada!!!
Seguindo os trabalhos, mais uma atração confirmada esse ano!

Sapo Jones e Coiote Bill é uma banda instrumental de rua, que surgiu em 2012 com seu inusitado palco itinerante. Tocando formato power-trio, levam para as ruas suas composições sempre carregadas de energia e improvisos. Seu som traz influências de Blues, Funk e Jazz, trabalhados para catalizar uma energia única do Rock'n'Roll.

No ano passado, eles fizeram um show surpresa em frente à cascata, fazendo literalmente rock n' roll no mato. A banda é composta por Tiago Vieira na mini-bateria, Daniel Mossi no baixo e Daniel Roitman na guitarra, e esse ano eles voltam pra sonorizar novamente a Cascatinha
Confiram abaixo um trechinho de como foi da última vez!!!


Pra saber mais da banda ou entrar em contato, acessa aí:


26 de março de 2014

ATENÇÃO - INGRESSOS ESGOTADOS!!!!


Pessoal, infelizmente viemos aqui pra anunciar que a venda de ingressos pro Pira Rural 2014 estão encerradas!!!

Os ingressos esgotaram-se!!!
Contamos com a colaboração de todos!!!

Abraço a todos!
Equipe Pira Rural

25 de março de 2014

ATENÇÃO - Informações sobre 2° lote de ingressos

Bom dia gurizada!!
Estamos aqui escrevendo pra deixar um recado pra todo mundo!!

Pra quem está enviando e-mail solicitando os dados de depósito pra compra de ingressos do 2° lote, esses e-mails serão respondidos a partir do fim da tarde de hoje, dia 25!!! Mas os depósitos só podem ser feitos no dia 26!!!

Depósitos feitos hoje serão descartados, e posteriormente devolvidos aos donos, que dessa forma estarão fora da disputa por ingressos!!!

Então fiquem calmos e não façam atropelos, ok?!

E quando os ingressos acabarem, iremos postar no nosso blog e no nosso facebook!
Acompanhem as informações, porque quando acabarem os ingressos, não adiantará efetuarem depósito ou tentar entrar em contato conosco, pois não vai rolar gurizada!!!

Os ingressos são limitados, assim como o espaço na Cascatinha!!!!

Contamos com a colaboração de todos!!!!
Abraço
Equipe Pira Rural

A Cascata do conhecimento: Oficina de Compostagem de Resíduos Orgânicos


Bom dia gurizada!!!

Mais uma oficina que vai rolar no Pira Rural esse ano, agregando conhecimento pra esse povo que vai estar lá aproveitando o feriadão de páscoa...


Oficina de Compostagem de Resíduos Orgânicos
Facilitador: Diego França
Duração: aproximadamente 1h

Conteúdo:
Compostagem e desperdício
Aproveitamento integral dos alimentos
Por que compostar
Separação do lixo
Métodos de compostagem
Relação C:N
O que compostar
Uso de resíduos triturados
Enriquecimento do composto
Como construir a composteira
Montagem da leira
Uso do composto
Dosagem do composto para o uso
Limitações da composteira
Aeração do composto
Vermicompostagem
Problemas freqüentes com a compostagem
Microorganismos eficientes
Adaptações da composteira

Objetivos
Ampliar os conhecimentos sobre o processo de compostagem de resíduos orgânicos;
Promover a replicação da prática de compostagem;
Religar o ser humano com os ciclos da natureza.

Metodologia
Inicialmente ocorrerá uma dinâmica de apresentação dos participantes; posterior a isso, será abordado de forma teórica os conteúdos pré estabelecidos para a oficina. O objetivo final será a confecção de uma composteira, a qual será utilizada no decorrer do festival.

Quantidade de participantes: Ilimitada

Se ficou interessado, se mantenha ligado nas nossas informações pra não perder! ;)


24 de março de 2014

A fonte da juventude trasborda, desce o rio e deságua sobre nós!!!

Salve salve gurizada!!!

Segunda-feira iniciando com mais uma atração confirmada para o Pira Rural 2014!!! Depois de uma belíssima apresentação no ano passado, a Saturno de José volta ao palco Ricas Abóboras para embalar e emocionar novamente o povo da cascata com suas belas canções.

Foto: Daiane Marcon
E a banda vem com um novo integrante. Desde o final de 2013, Daniel de Bem, Ivan Lemos, Hiozer Rezoi e Gibran Vargas contam com Laerte Ortega no comando das baquetas. 


A banda busca traduzir a música contemporânea da forma mais singular possível, mesclando as influências do passado, presente e futuro da música de forma independente.

Curtiu?! Então acessa aí e escuta o primeiro EP na íntegra e vai decorando as letras pra cantar junto na Páscoa!!! ;)


Para saber mais sobre a banda ou entrar em contato:



20 de março de 2014

Pássaros de papel voarão pela Cascatinha!!

Boa tarde pessoal!!!

Estamos aproveitando o fim de tarde desta quinta-feira cinzenta pra divulgar a primeira oficina que vai rolar no Pira Rural esse ano!! 

Oficina de Origami
Facilitador: Caroline Lazzari
Duração: Aproximadamente 1 mhora
Conteúdo: Dobradura de papel

Objetivos:
Desenvolver peças de Origami;
Visualizar e promover a arte oriental de dobrar papel.

Metodologia:
Anteriormente serão feitas inscrições de até 15 pessoas por grupo. A oficina pode ser aplicada em vários horários conforme interesse do Festival e de seus participantes.
A aula será iniciada com a apresentação do trabalho desenvolvido pela ministrante da oficina.Posteriormente serão fornecidas instruções sobre como montar peças de Origami onde os participantes poderão se utilizar da prática para elaborar o trabalho. Ao termino da oficina o material desenvolvido será disponibilizado para o público.
Os Origamis a serem desenvolvidos serão cinco, número que pode variar de acordo com o número de participantes e assimilação do trabalho pelo grupo.
Os cinco Origamis a serem desenvolvidos na Oficina serão:


Material utilizado: folhas de papel colorido gramatura 80, tesoura e cola.

Curtiram??!
Então se liga vivente e não perde!!!! ;)

18 de março de 2014

Uma intervenção realista fantástica!!! Vai perder essa??!!

Boa tarde piraruralenses!!!!

Esse ano tem coisa nova pra rolar na Cascatinha, no 5° Pira Rural!!!
O “Incógnito” é um grupo de teatro de Caxias do Sul, formado por uma trupe de artistas com o intuito de experienciar histórias através de pesquisas cênicas que visam o encontro de técnicas, como teatro, dança, música, circo, poesia e etc. O grupo busca agrupar ideias, críticas, pensamentos e conhecimentos afim de criar transversalidades na construção artística, transformando assim os processos vivenciados pela trupe um cerne para a criação cênica.

Apnéia (in)Máscara” surge como um dos resultados destas investigações. Em formato de intervenção realista fantástica, traz no enredo ideias de relações humanas da sociedade contemporânea que vêm ao encontro dos valores agregados aos meios de dominação social.  

No elenco: Ana Langone, Cínthia Pretz, Diego Lima, Dinarte Paz,  Paulo Alberto Farias, Samuel Oliva e Saimon Fortuna. Músicos convidados: César Augusto Paim, Marielle Costa e Sandra Kuwer. Direção: Maysa Stedile

E quem quiser entrar em contato, fala aí com a Cinthia Benites Pretz: (54) 9155-2662!!!

17 de março de 2014

Na páscoa a Cascatinha volta a ser o Centro da Terra

Buenas gurizada medonha!!!

Seguindo nas atrações do Pira Rural 2014, vem mais um retorno em grande estilo por aí...
Depois de participar do Psicodália esse ano, a Centro da Terra voltará com tudo pra fazer novamente o seu ritual elétrico no Cascatinha. E quem já viu ao vivo, sabe que é de incendiar o público mesmo!!!

O trio tem o intuito de trazer à tona a espiritualidade e elevar o ser à paz e ao amor, através da música e da poesia, buscando também reviver bandas e músicos já esquecidos por muitos com improvisos, versões e releituras inovadoras.


A banda é formada por Guilherme Pala na bateria, Fred Pala na guitarra e voz, e Zeca Mustang no baixo e voz. Pra conhecer mais, acesse:

http://centro-da-terra.wix.com/centrodaterra

Contatos:
centrodaterrapowertrio@hotmail.com
Frederico Pala (17) 99745-7535
Guilherme Pala (17) 99745-0154



14 de março de 2014

Um Bando que vem da Capital pra tomar de assalto a Cascatinha!!

Salve amiguinhos!!!

Retomando as atividades de divulgação de bandas do Pira Rural 2014, vem mais chumbo grosso por aí!!!
Das ruas de Porto Alegre direto pras Ricas Abóboras, o Bando Antiguera é mais uma banda que vem conhecer a Cascatinha esse ano.

O Bando Antiguera fez sua primeira apresentação em agosto de 2012. O grupo nasceu a partir da proposta de quatro amigos para tocar temas tradicionais do jazz em um palco nada convencional para o gênero, ao menos no Brasil: a rua. A partir de então, Márcio Fulber (washboard, guitalelê, harmônica, trompete-pet e vocal), José Baronio (contrabaixo acústico e vocal), Ronaldo Pereira (saxofones alto, tenor e vocal) e Fausto Martins (violão, banjo e vocal) tem se apresentado, além da rua, nos palcos de Porto Alegre e região metropolitana, assim como participado de festivais. 

Bando Antiguera fazendo bonito no Rio de Janeiro!!
O Bando Antiguera traz em sua sonoridade influências do Dixieland, considerado um dos primeiros sub-gêneros do jazz, oriundo de New Orleans, onde os instrumentos de sopro conversam entre si através do contraponto. Outra influência para o grupo é o Gypsy Jazz, que tem como principal característica o violão fazendo o papel de solista. Adaptando-se as características destes estilos ao formato do Bando Antiguera, ora com o violão solando, ora com o trompete-pet (uma garrafa de plástico cortada com um pedaço de sacola no bocal, que imita o som do trompete através do solvejo) solando junto com o saxofone, tem-se um conjunto de formação única e sonoridade original.

Em 2012, o Bando Antiguera conquistou o prêmio de melhor composição no Festival de Música de Novo Hamburgo/RS com a música "Andando Por Aí" e Fausto Martins, o prêmio de melhor instrumentista.
Em 2013, com a música "Banzo", foi a grande vencedora do WebFestValda, o maior festival de música independente do Brasil, que contou com mais de 1.100 bandas inscritas. As 24 bandas finalistas se apresentaram no Circo Voador (Rio de Janeiro), um dos principais palcos do país e o evento, que também foi transmitido via internet, atingiu mais de 1 milhão de espectadores espalhados pelo globo. 


Hoje fazem parte do Bando Antiguera:
Márcio Fulber: washboard, guitalelê, harmônica, trompete-pet e vocal
José Baronio: contrabaixo acústico e vocal
Ronaldo Pereira: saxofones alto, tenor e vocal.
Fausto Martins: Violão.

Pra conhecer mais sobre o Bando, acesse aí:
http://www.facebook.com/BandoAntiguera
http://www.bandoantiguera.com.br

E pra quem quer ouvir mais, saca aí:


13 de março de 2014

Ingressos do 1° lote esgotados!!


Pessoal, tem uma penca de gente enviando e-mails pra comprar ingresso nesse momento!!!
Eles se esgotaram!!!

Quem por acaso não viu a notícia nas redes sociais (alguém não?!), fica aqui o aviso!!!
Eles esgotaram terça-feira à tarde, uma dia e meio depois do início das vendas...



Foi muito rápido, surpreendeu todo mundo, inclusive a gente!!
Falha nossa não ter postado aqui no site antes, mas agora ta dado o recado!!

Quem quiser comprar o segundo lote, somente a partir do dia 26/03!!!
Não adianta enviar e-mail antes ou querer depositar antes!!! Se isso ocorrer, iremos descartar o depósito, e depois devolver o dinheiro, sem direito a ingresso!!! Não vale tentar ser malandro nessa hora galera!!!

Lembrando que o segundo lote começa dia 26/03, custando R$ 60,00 reais.
Quem quiser, tem que enviar e-mail solicitando os dados pra depósito!! MAS não adianta enviar e-mail hoje. E-mails de antes do dia 25 pedindo dados pra depósito refente à ingressos do segundo lote serão descartados!!!



Colaborem aí pessoal!!!!
Abraço


Equipe Pira Rural


8 de março de 2014

Da sul do mundo direto pra Cascata, Célula Soul!!!



Daaa-lhe!!
Depois da calmaria, é hora de um petardo sonoro, afinal de contas, o sabadão não é só pra ficar deitado no sofá relaxando!!! ;)


E sendo assim, os ventos do sul do mundo sempre trazer junto algo novo pra ir de encontro à Cascata...

Dualidade sonora na célula da alma, espíritos livres mergulhados em energia. Simplicidade musical!

A Célula Soul é um duo rock (bateria/guitarra), formada em Pelotas-RS, no mês de maio/2013. Dois irmãos que já tocam juntos (em outras bandas)  + ou - 15 anos. O som é uma mistura de tudo que a gente ouve, principalmente dentro do rock'n roll, mais específicos as décadas de 70 e 90. Mas pelo formato 'dupla' da pra sentir bem a identidade criada pela banda.



Defenestrantes vem abrir as janelas da Cascatinha, e corações serão jogados sobre todos!

Saaaalve amiguinhos!!!
As vendas de ingressos estão quaaaase iniciando, e já notamos um nervosismo no povo!!! :)
Pra acalmar os ânimos, vamos apresentar mais uma banda que vem conhecer a Cascatinha!

A Defenestrantes é uma banda que tem lá suas peculiaridades. Surgiu no ano 2009, na cidade de Esteio, Rio Grande do Sul, quando todos os seus então integrantes ainda estavam no colégio.

Desde o surgimento a banda se deixa contagiar tanto pela ruralidade do plano de fundo de onde está situada quanto pelos não pouco diversos gêneros musicais nos quais seus integrantes buscam inspirações. A banda não se ofende com a classificação de folk rock, mas, pessoalmente, acho que eles já a transcenderam há algum tempo. Bebendo tanto na sonoridade do folclore platino e europeu quanto no rock n' blues, a banda também conta com uma grande brasilidade que perpassa inclusive as canções em língua inglesa e francesa.

No ano de 2012, dois dos integrantes da formação original ingressam no curso de Produção Fonográfica da UNISINOS, coordenado pelo músico Frank Jorge. Lá, além de cativarem o coordenador, que virou parceiro da banda, foi onde conheceram e recrutaram seu atual baixista.


Uma das características que contribui para a peculiaridade e originalidade da banda é a constante troca de instrumentos em palco. Além dos clássicos baixo, guitarra, bateria e violão, também passam pelo palco um banjo americano, ukulele, metalofone, acordeon, washboard, tompete e até um megafone.

A convite de Frank Jorge, a Defenestrantes tocou, em 2012, na abertura de seu show solo no Ocidente Acústico. Também fez passagens por outras emblemáticas partes do circuito independente do estado, como o Rock na Praça, em Esteio e a Segunda Maluca no Opinião.

No primeiro semestre de 2013, a banda entrava em estúdio a convite da gravadora experimental Sigmund Records para produzir seu primeiro single, "É O Que Ela Diz". A captação, mixagem e masterização foram feitas no estúdio Tec Áudio, em Porto Alegre. A música contou com a participação do trompetista Ruan Luiz, da banda Améllian, e foi selecionada para participar da trilha sonora da mini-série independente "Toda a Vez que Dizemos Adeus".

*Release escrito por Luiza Girardello.

Então enquanto a páscoa não chega, senta aí e curte o som!!

6 de março de 2014

Semana é de retorno, então vem mais um aí!! Vãn Züllatt outra vez na Cascatinha!!!!

Voltando com força total essa semana, vamos com mais uma banda hoje!!!
A Vãn Züllatt volta à Cascatinha pra mostrar o força e a loucura do música instrumental do sul do RS.

O grupo de música instrumental Vãn Züllatt (pronuncia-se Vãn Zila) fez sua estreia nos palcos abrindo o 2º Festival das Artes Psicodélicas, realizado em Março de 2005 em Pelotas, ao lado de grandes nomes da cena musical gaúcha como Carlo Pianta e Pata de Elefante entre outros. Desde então a proposta do grupo, no que tange a esfera musical, é a experimentação sonora por meio da fusão total de ritmos e sonoridades da musica universal. 

O grupo tem como núcleo Marcelo Silva que além de baterista e força motriz do Vãn Züllatt é o principal compositor e arranjador. Silva é sociólogo e responsável pelo direcionamento musical e conceitual do grupo. 

Foto: Danusa Lazzari
O repertório, puramente instrumental, deu origem a dois álbuns disponibilizados desde o lançamento de forma gratuita na internet. O primeiro, O Casulo (2008), registra a fase inicial. Gravado de forma precária pelo grupo em seu próprio local de ensaios, o álbum apresenta o momento inicial e mais experimental do Vãn Züllatt com uma sonoridade que mistura a variedade rítmica da música brasileira com as cores e timbres do rock setentista. O segundo álbum, Betelgeuse (2011), traz um lado mais conceitual e progressivo da banda mas, ainda assim, mantendo o pé na música brasileira. 

Em seu time Marcelo Silva conta com Jonatã Müller na guitarra, Gabriel Mattos no baixo elétrico e Cleber Vaz como multi instrumentista. Müller é, além de físico, técnico em eletrônica e principal responsável pela sonoridade do grupo ao projetar e construir os sintetizadores analógicos e demais aparatos eletrônicos que definem o som do quarteto em termos timbrais. Mattos além de baixista e ritmista também é o termômetro do humor e astral do grupo. Vaz, multi instrumentista (teclados, guitarra, flauta e sax), colabora com Marcelo Silva nas composições e é responsável pela produção do álbum Betelgeuse.  

Betelgeuse não só apresenta um trabalho diferente do primeiro álbum mas também conta com as participações especiais dos grandes amigos e excepcionais músicos Douglas Osinaga e Eugênio Bassi. Osinaga, que é o nome da guitarra em Pelotas, colore o segundo álbum arranjando e tocando guitarra na faixa de abertura, Contatos. Bassi, expoente da música na região sul do estado, é compositor, arranjador e produtor. A suíte Seis Níveis de Criogenia, segunda faixa de Betelgeuse, é basicamente um diálogo composicional entre Eugênio e o grupo Vãn Züllatt. Além de participar da gravação do álbum em 2011, Eugênio Bassi brilhou com sua guitarra, percussão e voz no palco da 3ª edição do festival Pira Rural em 2012 para o qual Vãn Züllatt foi a primeira atração confirmada. 


Atualmente o grupo trabalha na produção do terceiro álbum com finalização prevista para o segundo semestre de 2013

Mais sobre Vãn Züllatt: 

cucastortas volta a se juntar às Ricas Abóboras no Pira Rural!


Saaaaaalve amiguinhos!!!

Depois de uma pausa pro carnaval, voltamos com tudo pros trabalhos pira ruralísticos!!!

E pra voltarmos em grande estilo, que também está voltando pra Cascatinha é a banda cucastortas...

Os cucastortas fazem um som degenerado. A presença de movimento é sua marca principal, a química de estilos latinos, brasileiros e gaúchos com o experimentalismo musical dos anos 60 e 70 resulta em arranjos diferenciados e letras com temas sociais pertinentes.

cucastortas em ação no Pira 2012. Foto: Danusa Lazzari

Depois de mudar alguns ingrediente da sua receita, o cucastortas vem com alguns integrantes novos pra botar o povo da cascata pra pular novamente com suas canções!

Pra quem quer saber mais sobre a banda:
celular: 54 9144 4506 / 9147 4542


25 de fevereiro de 2014

O cara é monobanda e o som é pra lá de envolvente! Spangled Shore no Ricas Abóboras!


Olá povo da Cascatinha!!!

Seguindo com as atrações do Pira Rural 2014, temos mais uma novidade pintando aqui esse ano. O folk da Serra vem ao Centro Serra mostrar sua cara.

Spangled Shore, projeto do multi-instrumentista Gabriel Balbinot, mistura música folk com batidas pulsantes criando canções com arranjos bem trabalhados. Atualmente se apresenta no formato "One Man Band" no qual faz as percussões com os pés e toca violão, mandolin e banjo alternadamente enquanto interpreta suas canções.

Com inspiração no folk inglês e irlandês, suas composições se destacam pelo seu estilo próprio de letras, simples, porém significativas, resultando em uma sonoridade envolvente.

Atualmente Spangled Shore (em parceria com o produtor JC Wallace) está na fase final de produção de seu primeiro LP, possuindo 10 canções e será lançado em meados de março de 2014. Dois singles já foram lançados e são intitulados "The Sailor & The Oar" e “I Hang My Head”.

Confere eles aí vivente!







24 de fevereiro de 2014

O Pira Rural avisa: cuidado com animal selvagem na Cascatinha, vai ter Rinoceronte por lá!!!

Foto: Denis Carrion
E mais um som animal vem beber da água da Cascatinha!!! Nossos vizinhos dali dos pagos de Santa Maria vem pra fazer o público tremer.

A Rinoceronte, banda autoral criada em novembro de 2007 em Santa Maria/RS, é integrada por Paulo Noronha (voz e guitarra), Vinícius Brum (baixo e voz) e Luiz Henrique Alemão (bateria). Contando com a clássica formação em trio que constitui o imaginário elementar do rock n’roll, a Rinoceronte tem uma sonoridade robusta que orbita em torno do stoner rock e suas variações, absorvendo também influências da psicodelia, do blues e do hard rock setentista. As composições em português garantem a particularidade da Rinoceronte em meio a predominância da língua inglesa no universo do stoner rock brasileiro, sublinhada pela clareza das letras e pela recusa aos clichês do gênero.

Em 2009, a Rinoceronte alcança visibilidade nacional ao ser selecionada para o programa MTV Procura com Cachorro Grande, e através da sua performance elogiada chama a atenção do público, de selos e festivais independentes. A partir de então, transitou por alguns dos principais palcos da música brasileira atual, como os festivais Calango (MT), Goiânia Noise (GO), DemoSul (PR), Macondo Circus, GiG Rock e Morrostock (RS).

No mesmo ano, em parceria com o estúdio Marquise 51 e Fora do Eixo, a banda lança seu primeiro trabalho em formato físico, um EP auto-intitulado composto por quatro canções e distribuído nacionalmente pela Alvo Discos. Com arte gráfica primorosa assinada pela agência goiana Bicicleta sem Freio, a tiragem inicial do EP foi rapidamente esgotada e firmou a Rinoceronte no cenário independente brasileiro.

Foto: Pablo Zambeli
Em maio de 2010, impulsionada pelo trabalho desenvolvido junto ao Circuito Fora do Eixo, cumpriu uma turnê nacional com mais de 15 shows, passando por Goiás, Distrito Federal, Minas Gerais e São Paulo, na qual apresentou seu trabalho em espaços como Bolshoi Pub (Festival Bananada 2011/Goiânia), SESC (São Carlos/SP), USP (São Paulo/SP), UFSCAR (São Carlos/SP), Vila Dionísio (Ribeirão Preto e São José do Rio Preto/SP), além de marcar presença na Virada Cultural de São Paulo, um dos maiores eventos a céu aberto do país.

Ainda em 2010, a Rinoceronte grava seu primeiro álbum completo. Intitulado ‘Nasceu’, o disco foi resultado de duas semanas de sessões no Estúdio Rocklab de Goiânia, e contou com a produção de Gustavo Vazquez, Luis Maldonalle e da própria banda, sendo lançado em final de 2010 pela Monstro Discos.

Após participação contundente no Grito Rock 2011, no RS e SC, com o clipe da música ‘Anda no Ar’ incluído na programação da MTV Brasil, resenhas nos principais blogs de música do país, matérias nas revistas Noize, Época e Guitar Player Brasil, a banda manteve uma circulação contínua por todas as regiões do Brasil, incluindo sua segunda tour nacional - que priorizou o Nordeste e durante a qual integrou o line up do Festival DoSol 2011 Natal.

Na sequencia, embalada pelo lançamento do single ‘Qualquer Lugar’ (também no estúdio goiano RockLab), a Rinoceronte participou como uma das atrações principais do festival Montevideo Nelson Fest, dividindo o palco com bandas chilenas e uruguaias.


Já em 2012, a Rinoceronte abre o ano em grande estilo, com participações no mega-festival catarinense Psicodália (situação que se repetiria no início de 2013) e no palco principal do Fórum Social Mundial em Porto Alegre, apresentando-se para milhares de pessoas de todo o mundo em ambas as ocasiões. Ao longo do ano, segue circulando por festivais independentes e casas noturnas da região sul, enquanto inicia o processo de composição do segundo álbum.

Atualmente, a Rinoceronte encontra-se em plena atividade de divulgação do seu segundo disco, ‘O Instinto’, gravado no estúdio RockLab (Goiânia) e lançado de forma independente. Depois de um show de estreia lotado no Theatro Treze de Maio (Santa Maria) e da turnê nacional de divulgação do disco, a banda dedica-se no momento à planejar sua circulação em 2014. Em outubro de 2013, lançou o lo clipe do tema que dá nome ao novo trabalho, e poucas semanas depois, a versão em vinil de ‘O Instinto’.




21 de fevereiro de 2014

E vem mais coisa fina aí: Dziw Jazz Trio também vai nadar na Cascata!!!


Salve salve amiguinhos!!!

E já que é sexta-feira e tá todo mundo louco pra matar trabalho, vamos ajudar vocês! ;)
Seguindo a bailanta rural, vem aí mais um petardo...

O Dziw Jazz Trio nasceu em 2013 com o intuito de somar à cena do jazz Porto Alegrense, os músicos Max Sudbrack (piano – Sopro Cósmico); Martin Esteves (bateria – Quarto Sensorial) e Ronaldo Pereira (saxofone – Bando Antiguera), após várias jams e já entrosados, resolveram seguir com o projeto nessa formação de trio instrumental.

O grupo trabalha com composições próprias e, além da influência, faz releituras de temas dos maiores nomes da história do jazz. O Dziw Jazz Trio também tem traços da psicodelia dos anos 60 e 70, rock n' roll e música brasileira.





19 de fevereiro de 2014

Pra começar na pressão: Velho Hippie de volta à Cascatinha!!!

Povo da Cascatinha, promessa é dívida!! Segue então a primeira banda confirmada para a 5° edição do Pira Rural! Nada mais nada menos que os queridos amigos da Velho Hippie, que emocionam o público por onde tocam...

Músicas autorais com vivências pessoais. Melodias e ritmos que lembram a década onde os hippies não eram tão velhos assim, sem esquecer as propostas mais atuais que resultam em músicas com elaborados e minuciosos arranjos.

As composições tratam o cotidiano como uma janela aberta para as novas possibilidades, trazendo questões corriqueiras transpostas em metáforas que referenciam  a dualidade da vida. As letras apresentam características subjetivas para oportunizar uma experiência de livre interpretação ao ouvinte.



Após alguns anos na estrada e um trabalho extenso de produção musical, os gaúchos da Velho Hippie afirmam sua identidade como banda lançando seu segundo CD, intitulado Flor Lilás. O amadurecimento da banda aparece claramente na harmonia estética entre os elementos sonoros e visuais do novo álbum.


Foto: Fagner Kunz
A Velho Hippie é formada por Felipe Balen nos teclados, Felipe Girotto na bateria, Guilherme Rosset na percussão, Tiago Frank no baixo e Vinícius Lazzari que se divide entre vocal e guitarra. Além disso, atualmente ainda conta com o músico Maurício Oliveira, também integrante da Sopro Cósmico de Porto Alegre, que fará participação especial nos elementos de sopros (saxofone e flauta).

Flor Lílás é projeto acreditado pelo Financiarte, programa de incentivo cultural da Prefeitura de Caxias do Sul. O trabalho teve a sonoridade enriquecida pelas participações especiais dos músicos convidados Fábio Menegat (vocal), Nícolas Finkler (bateria), Roberto Scopel (trompete e flugelhorn), Luiz Carlos Zeni Junior (saxofone e flauta) e Paulo Fernando Ferreira (trombone).
Foto: Rodolfo Peruchin
O segundo álbum da banda conta com 12 faixas ininterruptas com duração aproximada de 52 min, que aliadas a uma produção cênica conduzem o espectador num espetáculo único. Além disso, o refinado encarte é uma flor de papel que se desdobra em seis pétalas, escondendo o CD no interior do miolo. O projeto gráfico é assinado por Juliano Bonamigo e Rafael de Assis.

O lirismo poético atua como traço comum entre o Flor Lilás e o primeiro disco Caminhando nas Nuvens, lançado em 2009.

A Velho Hippie não se preocupa apenas em fazer música, mas também em fazer com que sua música seja agente de transformação da realidade. Ao inverter o caminho convencional em que artistas aguardam o público em casas de show, a banda procura levar sua arte para onde o público está, facilitando assim o acesso à cultura. Tocar suas composições ao ar livre mostra que a Velho Hippie participa ativamente do processo de democratização da cultura.
Foto: Breno Dallas

Com a agenda cheia em 2014 entre Festivais e shows, a Velha Hippie não pode deixar de passar pela Cascatinha no feriado de Páscoa...

A intenção é apresentar no repertório músicas dos dois discos, Caminhando nas Nuvens (2009) e Flor Lilás (2013), difundindo e consolidando o trabalho da trupe. Paralelo a isso, o grupo já esta em produção do seu terceiro disco. O nome do novo álbum ainda não foi anunciado, mas a banda garante boas energias em um álbum com 12 faixas para 2015.

Para o Pira Rural o grupo pretende apresentar um música inédita e em primeira mão de seu próximo disco, prometendo arrasar corações... Acho que nosso comunicador vai "suar as vista" de novo!! ;)



Pra quem quiser saber mais ou entrar em contato, acessa aí:
https://www.facebook.com/velhohippie
soundclound.com/velhohippie
www.velhohippie.com
twitter.com/VelhoHippie
velhohippie.tnb.art.br/

Trilha Sonora do Pira 2014 definida!!! \o/

Bom dia amiguinhos!!

Viemos aqui pra anunciar que está fechada a trilha sonora que irá embalar os coraçõezinhos no Pira Rural 2014!!!

Hoje e amanhã estaremos entrando em contato com todos os artistas selecionados. Agradecemos de coração à todos os inscritos na nossa seleção! Vocês dão o respaldo pro Festival ser o que é hoje!!!

Infelizmente não há espaço pra todos, e podemos afirmar sem sombra de dúvidas que o processo de seleção de bandas é a parte mais difícil do Festival!!! Sempre ficamos angustiados nessa fase...
Houveram bandas de todos os gêneros e de inúmeros lugares inscritas, inclusive da outra ponta do país!!! Escutamos muitos sons incríveis, mas que infelizmente não conseguimos encaixar, ao menos nesse ano...

Mas gostaríamos de dizer que independente disso, admiramos e respeitamos muito o esforço e o trabalho realizado por todos. Sabemos que não é fácil desenvolver a música autoral independente, e mesmo assim tem uma penca de gente talentosa metendo bronca e mostrando o som!! 
Parabéns pra todos vocês!!

Caldo do Pira ta engrossando...
Foto: Nubia Abe

A partir de agora iremos começar a divulgação das atrações, aos poucos, como sempre fazemos.
Hoje à tarde já rola a primeira, fiquem ligados!!

Grande abraço a todos!
Equipe Pira Rural


17 de fevereiro de 2014

Informações sobre ingressos: valores, datas e forma de venda!

Foto: Nubia Abe
Olá amiguinhos!!!

Como já apareceram várias pessoas perguntando a respeito, resolvemos postar aqui as informações sobre os ingressos pra 5° edição do Pira Rural...
Esse ano será um pouquinho diferente a forma de comercialização das entradas. Vamos às explicações então!!

Quantidade de ingressos disponíveis:
Estarão disponíveis para venda 2 lotes de ingressos. Cada lote terá 175 ingressos, totalizando 350 ingressos disponibilizados para venda no total.

Valores:
Os ingressos do 1° lote sairão por R$ 45,00 reais.
Os ingressos do 2° lote sairão por R$ 60,00 reais.

Forma de venda:
Esse ano não faremos a venda casada com a excursão, como aconteceu ano passado. A venda dos ingressos será de forma individual, onde cada um terá que entrar em contato e comprar o seu. O que aconselhamos é que cada um converse com a excursão que veio ano passado, pra ver se rola de novo. Uma boa ideia também é juntar os amigos e fazer uma compra só, ou combinar com o organizador da excursão pra ele fazer a compra dos ingressos de todos, garantindo assim a excursão. 

Datas de venda:
Como o Festival esse ano começa só lá no dia 18 de abril, as vendas irão começar no dia 10 de março.

1° lote:
De 10 de março à 25 de março ou até acabarem os ingressos do lote, o que acontecer primeiro!

2° lote:
De 26 de março até 15 de abril ou até acabarem os ingressos, o que acontecer primeiro!

Não haverá venda de ingressos na hora.
Além disso, só há venda de ingressos para todo o Festival. Não há ingressos para um único dia!


O ingresso da direito ao que?
O ingresso da direito ao acesso no Festival com todos os shows e oficinas, ao camping, e ao estacionamento dos carros pequenos (enquanto houver espaço disponível). Vans, micros e ônibus terão que estacionar na estrada, do lado de fora do Festival, como já ocorreu ano passado.
Também da direito de conhecer uma monte de gente lindona e bacana, de tomar banho de cachoeira, de compartilhar histórias com os malucos que estiverem por lá, de ficar ao redor da fogueira e também de desfrutar a magia que só a Cascatinha proporciona (quem já foi sabe do que estamos falando)!

A forma de realizar a compra será disponibilizada em link específico aqui no nosso blog, quando a data de início das vendas estiver mais próxima um pouco.

Quem estiver interessado em montar excursão, entrar em contato pelo e-mail pirarural@gmail.com ou via mensagem em nosso facebook, para cadastrar a excursão e disponibilizar as informações de contato.

Outras dúvidas, podem entrar em contato conosco via facebook ou e-mail também, que respondemos na medida do possível!


That's all folks!!
Nos vemos na páscoa! ;)

11 de fevereiro de 2014

Inscrições encerradas!!! Agora a coisa ficou séria...

Salve amiguinhos!!!

As inscrições para as bandas se encerraram ontem, e gostaríamos de agradecer todo mundo que está está mostrando seu trabalho e acreditando no Pira...

Foram nada mais nada menos que 144 bandas inscritas!!! Isso mesmo, 144 bandas!!!!
Agora vem a parte mais difícil pra nós: escolhermos só 10 desse povo todo...

Mas independente do tamanho da encrenca que é selecionar as bandas, ficamos muito muito felizes por saber que tem tanta gente que acredita no Pira Rural...

Galera aquecendo pro Festival! Foto: Cobertura Colaborativa

A 5° edição do Festival vem aí, e estamos trabalhando pra que seja um belo Pira Rural pra todos!

Já temos várias pessoas perguntando sobre ingressos, data de vendas, etc...
Mas, não entrem em pânico!!! ;)

Do meio até o final de fevereiro teremos tudo definido, e postaremos as informações pra vocês! E também iremos divulgando as atrações que colocarão a galera em outra dimensão no feriado de páscoa!

Grande abraço à todos e fiquem ligados!!!
Equipe Pira Rural

25 de janeiro de 2014

Começou o Pira 2014!!! Edital para Seleção de Bandas está no ar!!!!



Salve salve amiguinhos!!!

E começou novamente..

O período da lida campeira para o Pira Rural 2014 está oficialmente aberto!!!

E pra começar bem esse ano, decidimos mudar um pouco o sistema de seleção de bandas.
Até o dia 10 de fevereiro estará disponível o edital e formulário para a inscrição e seleção de bandas que irão se apresentar no Festival desse ano.
Das 20(vinte) atrações que irão rolar no Pira 2014, 10(dez) serão selecionadas através desse edital. Então tu que tem banda e tá interessado na oportunidade, acessa lá o edital, lê as informações direitinho e depois preenche o formulário de inscrição...

Mas fiquem atentos:
As inscrições vão de 25 de janeiro à 10 de fevereiro!
Para ler o edital, ACESSE AQUI!
Para acessar o formulário de inscrição, ACESSE AQUI!

E vamo que vamo, que o Pira só tá començando...
Avise seu amigo músico!!
Abraço a todos!
Equipe Festival Pira Rural