21 de fevereiro de 2013

As válvulas do Cabeçote também irão esquentar a Cascatinha nesse Pira!!


Fazer um som. Por mais simples que pareça, este é o desejo em comum pelo qual nasceu o Cabeçote, e traduz a enorme vontade que queima no peito de seus integrantes.

Surgida no final de 2011 em Curitiba, a banda apresenta um repertório autêntico e instrumental, composto por músicas autorais que refletem seu gosto por um som livre, fluído e direto, com temas marcantes entremeados por trechos de improviso e livre expressão de cada instrumento, que compõem a sonoridade não usual do Cabeçote.

Com pouco mais de um ano de existência, a banda inicia agora o processo de gravação do seu primeiro disco, com o intuito de levar ao maior número de ouvidos o peso de suas harmonias, arranjos e melodias. 

Foto: Nicolas Pedrozo Salazar
Harmonias, arranjos e melodias que se mostram ainda mais impactantes nas apresentações ao vivo da banda, que, munida da vontade de tocar e da satisfação de estar num palco, vêm reunindo cada vez mais apreciadores da boa música sob a bandeira do som autoral, mostrando que, mesmo sem palavras, a sua música instrumental tem muito a dizer.

Som para quem tem cabeça.


E pra conhecer mais desse povo, acessa aí e confere: 





Nenhum comentário: