17 de março de 2020

CANCELADO

NOTA OFICIAL DO FESTIVAL DE MÚSICA PIRA RURAL
Em virtude dos acontecimentos recentes acerca do COVID-19, viemos a público comunicar oficialmente que a edição 2020 do Festival de Música Pira Rural está CANCELADA. 
Seguindo as orientações dos órgãos oficiais e o bom senso, entendemos ser inviável a realização do nosso evento no cenário atual.
Pedimos a compreensão do público neste momento. Estamos trabalhando nos devidos encaminhamentos relacionados as devoluções dos valores dos ingressos. Tão logo tivermos mais detalhes, informaremos.

Todos os ingressos serão ressarcidos.

Agradecemos o apoio de toda comunidade Pira Rural: público, músicos, fornecedores, voluntários, trabalhadores e todos os envolvidos para a realização do Festival.
Que possamos superar as dificuldades do momento com consciência e amor ao próximo.
Nos vemos em 2021.

Equipe Pira Rural
Clube Mundo Produções

10 de março de 2020

Picanha com Abóbora

Foto: Divulgação

Formada em 2009 na cidade de Porto Alegre, a Picanha de Chernobill tem como principais influências o rock dos anos 70, blues e música brasileira. A banda lançou no dia 23 de agosto de 2019 seu quarto disco de estúdio, "Sobrevive". 
O grupo fez 3 turnês pela Europa, onde apresentou mais de 50 shows em países como a FrançaAlemanhaBélgica e Holanda.
 
Vivendo na cidade de São Paulo desde 2013, a banda já tocou pelas ruas, praças, casas de cultura e casas de show da cidade. Dentre os festivais, a Picanha de Chernobill participou do Rock in Rio, PsicodáliaMorrostock, Grito da Terra, Universo Paralelo e Pira Rural. O grupo também é idealizador do festival Anhangabablues, que teve em 2019 sua terceira edição e já apresentou ao público diversas bandas da cena independente paulistana.

9 de março de 2020

Trilha Sonora para Longas Viagens? Temos!!

Foto: Ricardo Ara

As Longas Viagens é uma banda formada em Pelotas/RS por Maurilio (voz), Gabriela Lamas (voz), Kamilla Queiroz (voz), Eric Peixoto (guitarra), Rael Valinhas (teclado), Victor Monteiro (baixo), Stefano Rosa (bateria) e tem dois álbuns lançados: A Conquista do Inútil (2019), que saiu pelo selo Escápula Records e Abismo (2019).


Abismo, álbum mais recente, foi gravado em fevereiro de 2019 em Porto Alegre/RS e conta com 6 músicas distribuídas em 41 minutos de duração. A produção é assinada por Guilherme Ceron.


Contraponto ao primeiro (A Conquista do Inútil), que levou quatro anos para tomar forma, o processo de pré-produção e gravação deste aconteceu durante cinco dias dentro de um único estúdio. A decisão por esse método veio justamente da urgência em captar as canções que compõem o álbum e também pela
experiência de produzir algo em tão pouco tempo.



O álbum é um convite ao absurdo, aos horrores que surgem em tempos de terraplanismo, ultranacionalismo, conservadorismo, destruição do meio ambiente e esgotamento emocional de uma geração sem futuro. Na ausência de respostas fáceis, talvez o melhor caminho seja procurar a saída mergulhando mais fundo dentro desse abismo.

INGRESSOS


Salve Povo Pirarulense.
Passamos aqui para informar que os ingressos avulsos já esgotaram.
A partir de agora Ingressos SOMENTE COM AS EXCURSÕES.
Você pode achar a excursão mais próxima de você pelo site www.pirarural.com.br na seção Excursões.

4 de março de 2020

Rural de Raiz

Foto: Filipe Franco


Rafael Castro apresenta Raiz.

“Raiz” é o disco de música caipira do Rafael Castro onde pequenas crônicas da vida do interior são cantadas acompanhadas de instrumentos acústicos e percussões artesanais. Histórias de um povo simples, cordial e religioso, mas também muitas vezes ressentido, conservador e mal educado são retratadas a partir da visão do jovem e humilde cantor da pequena cidade da zona rural Foi lançado em 2008 no mesmo dia do seu disco-avesso "Estatuto do Tabagista”, onde Rafael faz o alter ego contrário ao personagem do “Raiz”. Sendo o discurso do “Estatuto” agressivo e pungente; o do “Raiz” é resignado, contemplativo e pacífico. Por ser um disco complementar e curto, este é um show que teve raras oportunidades de acontecer ao vivo. 

No repertório do show “Raiz” apresentamos o disco homônimo na íntegra além de versões de outras músicas de Castro em roupagem acaipirada e bucólica. A banda conta com formação especial: na bateria, Pedro Gongom (Trupe Chá De Boldo/Rômulo Fróes), no baixo Guilherme d’Almeida (O Terno/Grand Bazaar) e no cavaquinho o cantor e compositor Eristhal.

AFINAL, QUEM É ESSE CARA?

Rafael Castro é considerado uma das maiores revelações da música independente do Brasil nos últimos anos. Jovem multi-instrumentista autodidata, compõe os arranjos de todos os instrumentos de suas músicas. Em 14 anos de carreira e hiperatividade lançou 10 discos com mais de 100 canções gravadas, todas disponíveis para download gratuito. 

28 de fevereiro de 2020

A Força Instrumental Feminina


Foto: Divulgação
Choro das Gurias

É com satisfação que anunciamos que teremos Choro, mas não de tristeza, e sim de felicidade; Por ter grandes musicistas Mulheres tocando um dos ritmos mais graciosos e tradicionais da nossa Música Brasileira no Pira Rural 2020.


O grupo Choro das Gurias possui uma formação camerística de choro. É composto por seis integrantes: Júlia Valentini no violão, Júlia Lorenz no bandolim, J
uliana Rosenthal no cavaquinho, Natália Santos no pandeiro, Stefania Colombo na flauta transversa e Victória Gautto no clarinete. Inicialmente o grupo conta com arranjos de Elias Barboza, criados especialmente para o grupo. Com uma linguagem musical voltada para a música brasileira, especificamente do choro, o grupo apresenta-se como parte desta cultura musical e chorista da cidade de Porto Alegre - RS, trazendo como um grande diferencial a sonoridade de mulheres gaúchas.


18 de fevereiro de 2020

Čao Laru


Banda viajante formada por cinco brasileiros, uma francesa e um argentino, que vem rodando o
mundo em uma kombi e motorhome desde 2016, o Čao Laru reflete sobre as barreiras que nos
separam em seu segundo álbum, "Fronteiras", lançado em fevereiro de 2019 nas plataformas digitais. O disco, com 13 faixas inéditas, também tem edição especial em vinil. 

O Čao Laru (pronuncia-se Tchau Larru) é formado por músicos que se conheceram em 2015, durante o mestrado em Pedagogia Musical, em Rennes, na França. Desde então, o grupo já passou por mais de 20 países e lançou um disco, "Kombiphonie" (2017), além de um primeiro EP chamado “Čao Laru”, lançado em 2016. Em 2018 a turnê deste álbum no Brasil rendeu no primeiro semestre 40 shows no Brasil e mais 50 na Argentina e no Chile além de 60 apresentações na França e na Suíça no segundo semestre. É natural, portanto, que a partir deste contato com diferentes culturas e fronteiras o tema da diáspora moderna transborde nas letras do novo trabalho.

15 de fevereiro de 2020

Se liga!!



Se liga que os Editais para voluntários, oficinas, cobertura colaborativa, banquinha, e intervenções artísticas estará disponível na segunda feira, às 20h.

11 de fevereiro de 2020

Do Nativismo ao Fusion

Foto: Divulgação
Renato Borghetti é hoje um os instrumentistas mais conceituados e respeitados do Brasil .
Detentor do “Primeiro Disco de Ouro da Música Instrumental Brasileira” , se fossemos encontrar um rótulo ou classificação de sua obra , o instrumental do gaiteiro costuma entrar nos arquivos de música étnica ou até jazz fusion , mesmo tendo na essência ritmos como vanerão, chote, milonga e chamamé . A posição de Borghetti é bastante clara a este respeito :


“Minha música é regional gaúcha, é minha fonte e rumo, é a partir desta posição que desenvolvo meu trabalho”


Renato Borghetti é versátil, as formações musicais que o acompanham alternam entre Duos , Quartetos, Quintetos e Sextetos. Com a desenvoltura que abre sua gaita em um salão de baile ou CTG (onde começou) também circula com naturalidade em salas sofisticadas e festivais instrumentais. Neste show especial, em trio, Renato vem acompanhado de seu filho, Pedro Borghetti e Neuro Jr.

10 de fevereiro de 2020

O Reggae que vem da Serra

Foto: Divulgação

Natural Dread


Surgida em agosto do ano 2000, primeira banda de Reggae em Caxias do Sul, hoje
formada por Daltro Cassiano (bateria e vocal), Alvaro De Lazzari (baixo), Ana Caroline
(vocal e guitarra), Marcos Sangalli (percussão e vocal), Gabriel Maciel de Fraga (Trompete), Fábio Gomes (Trombone), Neimar Faria (Teclados).


Ao longo desses 18 anos já se apresentou ao lado dos principais nomes do Reggae Nacional e Mundial como: Natiruts, Mato Seco,Tribo de Jah, Chimarruts, Jah Live, Ras Bernardo, Planta e Raiz e Ponto de Equilibrio, além dos Jamaicanos: Eek-A-Mouse, Max Romeo e The Congos.


Atualmente, a Banda está fazendo a divulgação do 5° disco, intitulado "Na fé de cada dia"
São 12 canções inéditas, transmitindo palavras de Paz, amor, justiça, união e fé.
O disco firma a trajetória de 18 anos e traz o que a banda tem de melhor, tudo feito
com muito amor e dedicação de todos os envolvidos, desde arranjos, melodias e produção.
Lançado no dia 10 de Janeiro de 2019 já se encontra disponível em todas as plataformas digitais.

8 de fevereiro de 2020

Habemus New Orleans

Foto: Divulgação

Seguindo com as divulgações artísticas do Pira Rural 2020

Habemus New Orleans... Habemus Luciano Leães...

Há mais de 5 anos o pianista brasileiro cumpre uma agenda regular de apresentações por bares, casas de espetáculos, eventos e grandes festivais no país e no mundo. Por quatro vezes laureado com o Prêmio Açoriano de Música, seu CD de estreia, “The Power of Love” (2015), é um importante testemunho de sua produção autoral como músico e compositor. O álbum foi mixado e masterizado em Nashville, Tennessee (EUA), por Russ Ragsdale. O engenheiro de som e produtor norte-americano crava no currículo colaborações com Michael Jackson, Muddy Waters, Leon Russell, Edgar Winter, Travelling Wilburys, entre outros.

Não seria exagero afirmar que Luciano Leães é um dos melhores e mais atuantes músicos ligados ao blues e R&B da atualidade. Nas palavras de Bob Lohr, pianista do guitarrista Chuck Berry por mais de 10 anos, “Luciano é um dos mais surpreendentes músicos do rhythm & blues e teclados ao estilo de New Orleans. Ele toca tão bem e com tanta alma que se você, no caso, também for um pianista, após ouvi–lo, vai ficar afim de duas coisas: abandonar ou praticar. Definitivamente um dos melhores caras que tocam no estilo clássico de New Orleans...”

7 de fevereiro de 2020

Largada em Grande Estilo

Foto: Divulgação.
Para dar início aos trabalhos de divulgação do Pira Rural 2020, com muita satisfação, anunciamos uma das Bandas mais significativas e antológicas da Cena Gaúcha em nosso querido Palco Ricas Abóboras:

Formada em Porto Alegre em 1991, a banda reúne Tonho Crocco (vocal), Pedro Porto (baixo), Malásia (percussão), Leonardo Boff (teclado), DJ Anderson (scratches) e Zé Darcy (bateria).

A mistura inusitada de black music, samba rock, reggae, rock e rap foi fator determinante para que a Ultramen se destacasse, se tornando uma das bandas mais respeitadas do país, no mesmo cenário em que surgiram nomes como Planet Hemp, O Rappa, Nação Zumbi, Maskavo, Mundo Livre S.A.
e Autoramas.

Com muitos anos de estrada e diversos discos lançados, hoje a Ultramen apresenta seu mais recente trabalho. O Disco Tente Enxergar, lançado em 2018. Para Além disso esperamos um show recheado de clássicos como “Dívida”, “Bico de Luz”, “Tubarãozinho”,
“Peleia” e “General”.

6 de fevereiro de 2020

Edital de Bandas no Ar


Povo Piraruralense, Artistas do meu querido Brasil e arredores... Passamos por aqui hoje para avisar que nosso saudoso e tradicional edital de bandas já está disponível no site. As inscrições começam hoje, a partir das 20h. O edital ficará aberto apenas até às 23:59h do dia 16/02. Então, Sejam ágeis, leves, esbeltos e perspicazes ❤️

Link p/ o edital >>> https://bit.ly/380zT3X